COVID-19 – Hora de inovar captando On-line É AGORA!

Não é novidade pra ninguém que o COVID-19 desestabilizou o mundo todo não é?

Neste momento de reclusão, as pessoas têm ocupado seu tempo navegando na internet. Eu te pergunto: Sua entidade faz captação de recursos utilizando ferramentas Online?


Se pensarmos pelo lado positivo encontraremos uma grande oportunidade para divulgar o trabalho, os projetos, as ações e todo o maravilhoso trabalho que sua entidade presta para a comunidade que atende, pois seu público está em casa atrás de um computador buscando informações o tempo todo.


As pessoas querem ocupar suas horas navegando e compartilhando assuntos que trazem esperança para nossas vidas e para as pessoas que estão a nossa volta.


Este é um momento de solidariedade e ajuda mútua, aproveite o Home Office e crie, divulgue entregue valor em seus posts, mensagens no Whatsapp, publicações em suas páginas da internet, Facebook, Instagram e porque não Youtube. Aproveite esses canais para manter contato com seu público e assistidos.


Pense na internet como uma aliada neste período. Ela possibilitou interagir com as pessoas de todo lugar, passando uma mensagem positiva de amor, paz e esperança! A palavra chave hoje é INOVAR! Inove suas formas de captação e atendimento e faça a diferença neste momento de crise.


A AMAIS participou de uma pesquisa em um grupo de estudos para Captação de Recursos com mais de 678 inscritos. O resultado foi que 60% das organizações sociais não tinham um link de doação em suas páginas de internet. O mundo está conectado. A captação de recursos precisa se adaptar a esta nova realidade, JÁ!

Recentemente foi publicado no Jornal Estadão uma reflexão muito importante, sobre a pandemia e solidariedade. As dificuldades do momento devem nos impulsionar às mudanças positivas.


A AMAIS acredita no potencial de cada organização social ou entidade filantrópica, por isso incluímos em nosso blog um tutorial de como criar sua FANPAGE no Facebook e já iniciar suas captações online agora.



Escrito por: Gabriela Souza – Coordenadora de Captação de Recursos da AMAIS.