• Gabriela Souza

Cuidar da saúde também é um ato de solidariedade.


A AMAIS está sempre preocupada com a saúde dos clientes, parceiros, doadores e de todos os nossos colaboradores, entendemos que o bem mais precioso que existe são as pessoas, elas que tornam todas as coisas possíveis.


Pensando nisso fizemos esse compilado de dicas naturais para aumento da imunidade. Além de coordenar as ações de captação de recursos da Amais sou também uma Terapeuta Holística, uma medicina de tratamentos naturais.


Em mais de 6 anos de estudo aprendi que a natureza é muito sábia e deixa à nossa disposição várias maneiras simples, práticas e naturais para melhoria da nossa saúde. Vou reforçar neste artigo dicas para aumento da imunidade. Vamos ao que interessa?


O que compromete sua imunidade?


Desnutrição, falta de sono e estresse crônico, por exemplo, estão ligados diretamente à piora de funções do sistema imunológico, segundo pesquisas médicas.Nossa saúde é resultado do equilíbrio físico, mental, emocional e energético!


Quando uma área está desequilibrada, todo o sistema se compromete. Muitas vezes, no corre-corre do dia a dia, ligamos o piloto automático e acabamos esquecendo de olhar para nossa saúde física e mental, nossas emoções e desequilíbrios.

Covid-19: Prevenção em primeiro lugar!

Seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Faculdade de Medicina da USP:


1. Lavar sempre as mãos com sabão, incluindo a parte interna das unhas;


2. Usar álcool para limpar as mãos antes de encostar nos olhos, nariz e boca. Use também para higienizar objetos que sempre usa, como celular.


3. Ao tossir ou espirrar, leve o rosto para a parte interna do cotovelo. Se estiver com muita tosse e espirros, faça uso de máscaras. Use lenços descartáveis para limpar o nariz.


4. Evite multidões e locais muito fechados. Durante este período, procure evitar ao máximo sair de casa.


Dentro de casa:

  1. Lave bem os alimentos antes de consumi-los;

  2. Mantenha distância de pessoas espirrando e tossindo. Evite também cumprimentar pessoas com contato físico;

  3. Caso apresente algum sintoma do Coronavírus (como febre, tosse e dificuldade de respirar), não se desespere! Nem vá direto aos postos de saúde e hospitais – onde estão os grupos de risco. Procure por mais informações em sites confiáveis e procure um pré-atendimento online para tirar dúvidas (o governo e unidades de saúde estão oferecendo alguns, que variam conforme a região).

Aqui no blog já falamos também sobre ações de segurança e proteção no trabalho durante a pandemia.


Dicas para aumentar sua imunidade:

  • Ter hábitos saudáveis

Beber água; Ter uma alimentação saudável; Evitar vícios como consumo exagerado de bebidas alcoólicas e cigarro; Fazer exercícios com regularidade e dormir bem.


Isso não é novidade! Ainda assim muitas pessoas ainda não seguem estas recomendações.

Segundo estudos científicos: “As consequências de um sono de má qualidade vão de estresse e ansiedade, a curto prazo, a complicações cardiovasculares após alguns anos”.

Fonte: Espaço Aberto /USC

A má alimentação pode estar ligada à doenças como gastrite, colesterol alto e diabetes. A falta de uma dieta equilibrada e saudável, pode trazer carências de vitaminas e nutrientes para o corpo, diminuindo seu bom funcionamento e a imunidade. Veja aqui, 06 alimentos que aumentam a imunidade. Como diria o grande pai da medicina Hipócrates (460 - 377 a. C.): "Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio".



  • Estar em dia com exames médicos

Ter seus exames (como glóbulos brancos e vitaminas) em dia é uma maneira de sempre acompanhar se sua saúde está equilibrada. Realize estes exames com frequência, com acompanhamento médico.


Tome diariamente uma quantidade de água adequada e mantenha uma alimentação rica em alimentos frescos e diversificados (como frutas e verduras).


Consuma aquilo que é um remédio natural para seu corpo: evite alimentos ultraprocessados e substâncias tóxicas, como cigarro e álcool.



  • Ter Saúde Mental

Estresse, ansiedade, depressão são problemas de saúde pública hoje em dia. Milhões de pessoas no mundo que sofrem com os efeitos destas desordens mentais, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Pesquisas científicas comprovam que elas afetam diretamente nosso sistema imunológico.

Portanto, neste período de quarentena evite passar muitas horas no celular, internet ou televisão acompanhando notícias ruins que causam ainda mais ansiedade, estresse e desespero. Não tente “controlar” aquilo que você não pode, nem se sinta impotente, nem fique 24h vibrando no medo da morte e doença!

Segundo o Dr. Judson A. Brewer (psiquiatra, neurocientista e autor americano),“o aumento da atividade cerebral relacionada a pensamentos positivos tem influencia direta na maior produção de anticorpos”.

Em 1991, o New England Journal publicou um relatório sobre a ligação direta entre o estado mental e as doenças, com uma correlação entre os níveis de estresse psicológico e o vírus da gripe. Foi um importante passo para começarmos a perceber que nosso sistema imunológico está ligado a fatores psicológicos, mentais e emocionais.

Boas práticas que você pode fazer sem sair de casa neste momento, são: Meditação e Yoga! Ambas são práticas milenares, com estudos científicos que demonstram seus benefícios para a saúde mental e física!


  • Ter Saúde Emocional

Outras práticas que ajudam a fortalecer o sistema imunológico são as Terapias Holísticas (Conhecidas também como PICs - Praticas Integrativas Complementares) que analisam a pessoa como um ser único, olhando seu histórico, crenças e motivações. Além disso, cuidam da nossa saúde como um todo.

Segundo Dr. David Hawkins, médico psiquiatra e espiritualista, nosso padrão de pensamento mantém nossa energia elevada e, consequentemente, a saúde e disposição fortalecidas. Ele sistematizou uma “escala de emoções e níveis de consciência” que mostra que vibrar no medo não auxilia em nossa saúde e bem-estar!

Fonte: Guia da Alma


  • Já ouviu falar nas PICs?

As Práticas Integrativas Complementares (PICs) podem te ajudar de uma forma simples, natural e barata a aumentar sua imunidade.

São 29 práticas no total institucionalizadas no SUS desde 2006. Consulte mais informações no Ministério da Saúde.



  • Cromoterapia

Cada cor possui um comprimento de onda específico que causa relaxamento ou excitação.

Nossos corpos absorvem estas ondas através de nossos chacras e quando detectadas quaisquer alterações existem várias formas de tratamento.

Água Solarizada – Exponha ao Sol uma jarra com água, coberta por um tecido e envolva esta jarra em papel celofane da cor que será preciso para o seu equilíbrio.


Lâmpadas Coloridas - Pode-se utilizar um abajour com a cor escolhida ou uma régua com sete bocais, sete interruptores e sete lâmpadas incandescentes coloridas — uma para cada chacra.


Mentalização – Mentalize enviando a energia desta cor para onde for preciso, pessoas, chacras, lugares, objetos, etc..


Bastão de Cromoterapia – Bastão apropriado para terapias de reposição de cores. Você escolhe a chapa que quer utilizar para cada caso.


Para aumento da imunidade - Cor Verde Relacionada ao 4º. Chacra:

Cor neutra e não reflexiva, associada à paz, equilíbrio, saúde e cura. Aumenta a imunidade.

Equilibra as emoções, transmite esperança, conforto, tranquilidade, liberdade e contato com a natureza. Hoje em dia esta cor é muito utilizada por médicos e hospitais.


Como Se Vestir - Transmite a sensação de segurança. Use em roupas para reuniões de trabalho.


Tratando o Ambiente - Indicada para qualquer ambiente mas principalmente no banheiro onde é preciso manter a energia da saúde.


Sua Saúde - É calmante e revitalizante. Ótima cor para quem tem a saúde debilitada.


Medicina natural para aumentar a imunidade


Em levantamento realizado pelo Ministério da Saúde, verificou-se que a fitoterapia está presente em mais de uma centena de municípios brasileiros, contemplando quase a totalidade dos Estados.


Uma farmácia viva, de fácil cultivo e considerada satisfatória, é composta pelas seguintes plantas: Alecrim, Alfavacão, Arruda, Babosa, Bálsamo, Boldo Verdadeiro, Calêndula, Capim Cidreira, Capuchinha, Cavalinha, Dente-de-Leão, Erva Cidreira, Funcho, Guaco, Hera Terrestre, Hortelã, Levante, Malva, Manjericão, Melissa, Mentrasto, Mil-em-Rama, Poejo, Sabugueiro, Sálvia, Transagem ou Tranchagem e Tomilho.


Na Editora Abril, você aprende a utilizar 37 plantas medicinais.


Outras dicas em tuasaude.com

Gostou das dicas? Tenho muitas outras alternativas para conquistar o equilíbrio. Entre em contato para um próximo post.