O que podemos aprender com as ONGs estrangeiras sobre a captação de recursos!

As organizações estrangeiras possuem um longo histórico de atuação no Brasil. Elas em sua maioria vêm desenvolvendo programas, com recursos vindos de fora a bastante tempo.


Foi a partir de 1990, quando o Brasil começou a ter uma economia mais forte, que essas organizações viraram os olhos para nós, e passaram a nos considerar como uma país capaz de mobilizar recursos localmente para seus projetos. Com isso, esse financiamento vindo de fora, deixou um grande legado de aprendizado.


Mas o que podemos aprender e ainda aprendemos com eles?


As organizações internacionais contribuíram para a formação de toda uma geração de profissionais de captação. Pois com os investimentos, as ONGs puderam investir e capacitar cada vez mais suas equipes.


E é aí que começamos a evoluir. Para os estrangeiros o "ato de pedir" é fundamental! Mas, ele deve ser especializado para que se tenha sucesso.


Seria muito fácil se todo mundo acordasse com a vontade doar, mas não é isso que acontece. O processo deve ser estimulado, engajado.




Mas o que ainda falta no Brasil, para que a filantropia se desenvolva ainda mais?


Investimento e ter visão a longo prazo!


Não ter medo de errar, de testar, de ajustar a rota e investir na formação da equipe. Isso que eles fazem lá fora e tem muito sucesso.


Desenvolver um programa de captação de recursos dá trabalho, mas na hora que ele funciona, ele pode dar para a organização uma estabilidade financeira, recursos para custear a estrutura, programas e continuidade para a equipe. E sobretudo, permitir que as organizações continuem desempenhando o papel crucial que tem na sociedade.


Viu como é importante, ter em sua ONG pessoas CAPACITADAS para arrecadar recursos? É isso que a nossa plataforma da Social Home disponibiliza para você!


Venha conversar com nossa equipe e descubra mais sobre ela.


📲 (14) 3042-0590


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo