Quarentena talvez demore mais de 14 dias, como se preparar economicamente?


A crise do coronavírus já chegou a todos os países e as medidas de isolamento, apesar de necessárias, estão causando um grande impacto na economia mundial.


Já podemos encontrar quedas nos rendimentos dos comerciantes, desempregos, redução de salários, além da preocupação com as incertezas dos próximos momentos, já que não sabemos exatamente quando poderemos retornar a normalidade.


Enquanto participamos deste cenário de turbulências, especialistas em finanças garantem que chegou o momento de tratar com cautela o orçamento financeiro.

“Mesmo quem tem emprego fixo, com carteira assinada ou no serviço público, deve ter consciência de sua situação financeira. Por isso, dimensione suas despesas fixas” afirmou Valter Police, certificado da Planejar — Associação Brasileira de Planejadores Financeiros ao site Extra.


Já aos profissionais autônomos ou com renda variável a recomendação é analisar minuciosamente os custos fixos e variáveis, tentar reduzir ao máximo as despesas e compras desnecessárias, não é o momento de fazer investimentos ou adquirir bens, mas também não é o momento de gastar as economias com estoques de alimentos, continue comprando apenas no necessário.


Segundo Ricardo Teixeira, professor dos MBAs da Fundação Getulio Vargas (FGV), o melhor é estimar o quanto conseguirá faturar nesse período e o quanto poderá faltar para cobrir as despesas mensais.


Entretanto, nem tudo está perdido, em meio a tantas notícias ruins, no dia 18/03 o Ministro da Economia Paulo Guedes anunciou um auxilio mensal de R$ 600,00 a profissionais autônomos durante a crise. Esta medida visa garantir um auxilio aos trabalhadores que não possuem rendimentos fixos. Nos próximos dias o Ministério da Economia irá liberar uma Medida Provisória que definirá as regras para selecionar os beneficiários (informações disponibilizadas pelo site G1).


Sabemos que durante alguns dias, ou meses, ainda enfrentaremos esta pandemia e o isolamento social, então, cuidarmos da nossa saúde financeira será extremamente importante! Nós da AMAIS seguiremos dando dicas, sugestões e atualizando a todos sobre a situação do país.


0 visualização